Seu canal de Notícias de Carpina e Região

Preso no Maranhão Neto Santos, acusado de matar funcionário da Celpe em Limoeiro

Sebastião Ayres de Assis, também conhecido por Neto Santos, foi preso nesta quarta-feira (14). Ele foi preso em uma cidade do Estado do Maranhão. A Polícia Civil de Pernambuco ainda não se pronunciou sobre o caso.

Neto Santos é acusado de matar um funcionário da Celpe na cidade de Limoeiro. Ela estava foragido desde o dia 29 de setembro de 2020 quando cometeu o crime. O Haras tinha uma dívida de cerca de R$ 28 mil com a Celpe.

José Reginaldo de Santana Júnior, 31 anos, realizava o corte do fornecimento de energia elétrica do Haras Vovô Zito, quando Neto Santos, armado com um revólver atirou contra ele após o corte.

Jose Reginaldo, era morador da cidade de Carpina, era casado e tinha um filho que na época tinha acabado de completar 1 ano de idade. Centenas de pessoas compareceram ao velório dele na cidade de Carpina. A Celpe chegou a oferecer uma recompensa para quem informasse o paradeiro do acusado.

O acusado obrigou o outro funcionário, Edvaldo Barbosa da Silva, 39 anos, a fazer o religamento do serviço. Após o religamento, Neto obrigou o funcionário a entrar no porta-malas do carro da empresa e fugiu em seguida.

compartilhe whatsapp

Veja também:

Presidente Jair Bolsonaro é internado com crise de soluço e dores abdominais

Dois homens foram presos em Carpina por usar notas de R$200 falsas

 

 

Últimos Anúncios