Seu canal de Notícias de Carpina e Região

Paciente morre aguardando atendimento enquanto médica olha o celular

Uma mulher de 54 anos morreu enquanto aguardava para ser atendida no Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, Zona Norte do Rio de Janeiro. O caso aconteceu na tarde do último sábado (28).

Irene de Jesus Bento chegou na unidade de saúde levada pelo filho, Rangel Marques, que começou a gravar um vídeo devido a demora no atendimento. Ele flagrou uma médica no celular e outros profissionais em uma sala e questionou o porque da demora no atendimento. Muito tempo depois uma enfermeira que fazia a triagem teria dito que o caso da mãe dele não era grave e mandou procurar uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), pois, segundo relatado por Rangel, a enfermeira alegou que naquele hospital só atendia casos graves como pessoas baleadas, por exemplo.

Ele levou a mãe até uma UPA próxima, mas o quadro se agravou e a UPA a encaminhou novamente para o mesmo hospital, mas ela não resistiu e veio a óbito assim que deu entrada.

Em nota a Secretaria Estadual de Saúde disse que iria abrir uma sindicância para apurar o caso.

compartilhe whatsapp

Veja também:

Funcionário da Celpe é assassinado ao cortar energia de uma casa em Limoeiro

Adolescente ferida com facão pelo companheiro continua internada na restauração

Últimos Anúncios